Antigo E Novo Juntos na Decoração



Arquitetos e designers de interiores vêm apostando em combinações bem inusitadas para a composição de espaços. Misturar elementos visuais clássicos e modernos é uma forte tendência na criação de ambientes. Essa moda é econômica e prática, já que, em geral, se reutiliza objetos e acessórios decorativos, reformados ou repaginados. O novo e o antigo num contraste de épocas tornam os resultados muito mais inesperados e exclusivos.


Planejando Ambientes

Antes de tudo, é importante lembrar que atualizar ou renovar um ambiente não é superlota-lo de coisas. Às vezes, vale a pena investir em objetos novos. Mas, deve-se lembrar daquelas peças valiosas, que remetem a tempos passados e às boas memórias de vida. Elas podem dar um toque bem charmoso a qualquer proposta de decoração de interiores.

Móveis e objetos assim são, normalmente, herdados da família. Mas, pode-se adquiri-los também em brechós, antiquários, feiras de antiguidades e vendas de garagem. A vantagem é que nesses locais consegue-se encontrar itens com ótimos preços e design de excelente qualidade.


Aplicando Itens Antigos

Existem objetos antigos que possuem um valor arquitetônico e decorativo incalculável. Outros se tornam importantes porque remetem aos anos com a pessoa ou com a família. Ou seja, constroem-se ideias, sensações e sentimentos em torno deles. Por isso, nesse caso, o arquiteto não deve se desfazer desses itens, mas sim reaproveitá-los.

Uma boa dica é deslocar o item, que estava sem uso, para outro espaço, diferente de onde estava disposto originalmente.  Por exemplo, algo que tinha certa função não decorativa, mas que passa a fazer parte do ambiente como item decorativo. Estão nessa lista luminárias, tapetes, mantas e capas, revestimentos de piso e parede, peças de artesanato e mais.


De acordo com cada ambiente, pode-se dar mais preferência a certas peças antigas. Veja alguns exemplos:

– Cozinhas: armários, cubas, torneiras, puxadores, geladeiras, cafeteiras e batedeiras.

– Dormitórios: almofadas, quadros, mesas laterais, criados-mudos e gaveteiros.

– Salas: mesas, cadeiras, vasos, molduras, porta-retratos, ilustrações, vinis, toca-discos e máquinas fotográficas.

– Banheiros: armários, banheiras e lavatórios.


Usando a Imaginação

Usar algo antigo e muito amado juntamente de objetos de nova aquisição é bastando possível. Não há regras. Devem-se fazer inúmeros testes, até se obter um resultado harmônico, charmoso e bem satisfatório. Somente exercitando o olhar crítico que se percebe todos os detalhes e possibilidades de combinações.

O ideal é que elementos clássicos sejam aproximados de peças contemporâneas de formas limpas e linhas retas. Pode-se aproveita-los em totalidade, ou somente as partes. Por exemplo, uma mesa com pé antigo e tampo novo. Também objetos modificados por meio de pinturas, de preferência com tons fortes ou da mesma paleta do resto do ambiente; acréscimo de texturas e estampas.



Sobre a Norte Arquitetura:

Somos um Escritório de Arquitetura e Design de Interiores em Balneário Camboriú - SC, fundado no ano de 2017. Tem por missão levar boa arquitetura, soluções criativas, que atendem os gostos e necessidades de cada cliente.

Possui seu foco em projetos de arquitetura, interiores e estabelecimentos de saúde. Conheça um pouco mais dos nossos projetos.

Se você busca por Arquitetura em Balneário Camboriú, conte conosco!

Siga nossas redes sociais no Facebook e Instagran!


© 2019 por Norte Arquitetura Balneário Camboriú -  (47) 99692 - 4151    contato@nortearquitetura.com